Notícias e Informativos

Na Câmara, vereadores comentam sobre novas obras de pavimentação e o avanço da pandemia

  • Fonte: Assessoria de Comunicação/Câmara Municipal de Ouro Branco
  • Publicado em: 24/06/2020
  • Assunto: Sáude

Comandada pelo presidente Leandro Marcelo Souza (PSDB), a reunião da Câmara Municipal de Ouro Branco da última terça-feira (23) foi marcada pelas falas dos parlamentares sobre obras públicas e a pandemia do novo coronavírus.

Abrindo os pronunciamentos, o vereador Charles Gomes (PSD), o Charlinhos, afirmou que, durante reunião com o parlamentar, o secretário municipal de saúde, Wesley Brochado, informou que parte dos equipamentos em falta no Hospital Raymundo Campos, mencionados pelo vereador em reunião anterior, já está sendo comprada, entre eles cadeiras de rodas, lixeiras com pedal e cadeiras de banho. Charlinhos parabenizou os moradores do bairro Vale do Engenho por seu empenho na conquista das obras de pavimentação que estão sendo finalizadas na comunidade. “Foi uma obra que há muitos anos aquela população vem implorando aos governantes e, graças ao empenho e à pressão da população, foi realizada”, comentou. Charlinhos também fez uma homenagem em razão do Dia do Orgulho Autista, celebrado em 18 de junho, parabenizando a Dra. Adriana Zanoti e Dra. Franciane Pena por seu trabalho nessa área. O vereador também reforçou o pedido de construção do centro de zoonoses no município e parabenizou o trabalho da gerência de limpeza urbana e das equipes que trabalham com os jardins municipais. Charlinhos mencionou também que o número de casos de Covid-19 estão aumentando no município e afirmou ser importante observar as orientações do Plano Minas Consciente para o combate à doença.

O vice-presidente José Irenildo Freires de Andrade (PCdoB), o Lan, alertou os moradores do Bairro São Francisco para o perigo da Covid-19. Pediu que as pessoas usem máscara e levem a sério a pandemia. “Isso é para a toda a cidade. Para a gente enxergar melhor essa situação que não é brincadeira não. Tem muita gente que leva como brincadeira, mas é sério. As famílias que têm pessoas infectadas com coronavírus sabem o que estão passando”, comentou. Lan também parabenizou os moradores do Bairro Vale do Engenho pelas obras realizadas no local, mencionando os trabalhos dos vereadores e do próprio executivo para sua conclusão e agradecendo à prefeitura pelo trabalho realizado tanto lá quanto em outras comunidades.

A secretária Nilma Silva (PT) iniciou sua fala mencionando a denúncia que recebeu sobre a presença de um consumidor sem máscara em uma padaria no Bairro Pioneiros, compartilhada na reunião anterior. Segundo a vereadora, após a denúncia, o dono da padaria designou uma funcionária para servir os produtos aos consumidores, evitando o contato direto do público com os pães. “Mas eu ainda tenho visto bares aqui no centro, que estão proibidos de receber as pessoas dentro do bar, lotados de pessoas bebendo e comendo tira-gosto”, comentou a vereadora, mencionando ainda o grande número de pessoas sem máscaras nas ruas, inclusive crianças. “Tem um prognóstico de que até quinta-feira a rede de saúde do estado vai entrar em colapso. Ou seja não vai ter CTI para mais ninguém, gente. Quem adoecer a partir de quinta-feira não vai ter CTI e aí não tem jeito. Vai morrer.”, afirmou. Nilma mencionou também a conquista do ICMS Cultural* pelo município, que alcançou a 17ª colocação no ranking do estado, e afirmou a importância do investimento na cultura de Ouro Branco, parabenizando também a secretaria municipal de cultura pela pontuação alcançada. A vereadora mencionou a assinatura da ordem de serviço para pavimentação de ruas do município, realizada pelo executivo municipal momentos antes da reunião, e também parabenizou a secretaria municipal de saúde por seu trabalho no tratamento dos pacientes com Covid-19, comentando a falta de testes no município. “O teste ainda não está sendo disponibilizado para toda a população, porque o teste vem do estado de Minas Gerais, vem do governo do estado. Nós somos 35 mil pessoas. A condição do município pagar por esses testes todos, eu não vou dizer que é impossível, mas é uma coisa bastante difícil”, disse.

O presidente Leandro comentou sobre a assinatura da ordem de serviço pelo prefeito Hélio Campos (PSDB) antes da sessão. “Tivemos agora há pouco com o prefeito, onde foi assinada a ordem de serviço da Rua Adeodato Vilela, indicação do meu gabinete há mais de um ano. Agradeço por estar colocando em prática o nosso trabalho na rua, que é uma rua pequena mas que tem uma importância muito grande no Bairro 1º de Maio”, comentou, mencionando ainda que a ordem de serviço assinada contempla também a Rua Hermógenes da Costa Carvalho, no bairro Novo Horizonte, outra solicitação de seu gabinete.

O vereador Carlos Roberto Pereira (PSDB), o Roberto, também falou sobre as obras financiadas pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para as quais a ordem de serviço foi assinada naquela tarde e outras obras já em curso. “Desde o início, nós sabíamos que iríamos enfrentar as dificuldades”, comentou. “O dia chegou. Hoje o Vale no Engenho está lá, todo pavimentado, tudo aquilo que foi contratado está feito. Algumas partes que entraram, posteriormente serão feitas, mas o que foi contratado já está 100% executado. Então, é preciso a gente dar nomes, reconhecer, por isso eu falo o seu nome, vereador Leandro, eu como líder do prefeito, nós sabemos do esforço que foi feito com a sua participação, puxando aqui toda a equipe para que o governo tivesse a condição de fazer isso”, afirmou Roberto. Comentando sobre o trabalho da prefeitura, Roberto elogiou o diálogo que, segundo o vereador, foi estabelecido pelo prefeito Hélio Campos com a Câmara Municipal para a realização da obra no Bairro Vale do Engenho. O vereador também mencionou o fato de que o recurso conquistado pelo ICMS Cultural será recebido apenas pela próxima administração.

O vereador Carlos Roberto Pereira (PSDB), o Carlinhos, registrou sua participação na assinatura da ordem de serviço realizada naquela tarde, mencionando que as obras contemplarão as ruas Hermógenes da Costa Carvalho e Eduardo Nicomedes Vieira que, segundo o vereador, são solicitações de seu gabinete. “Esperamos que agora realmente a obra saia e venha resolver esses problemas. Reivindicação que há muito tempo venho fazendo”, finalizou.

O vereador Rodrigo Duarte (PSD) explicou as diferenças entre os papéis da prefeitura e da Câmara na execução de obras públicas. “Às vezes a população acha que a gente tem o papel de executar e a gente não tem. O que eu quero falar com isso é que a gente legisla. Às vezes é o prefeito que manda o projeto para o legislativo e a gente aprova ou não, como foi o caso do empréstimo da energia, das pavimentações. [Também há] a questão de fiscalização e a que vocês acabaram de falar, que é levar a demanda dos munícipes até o prefeito. Às vezes pode parecer uma salada, porque um fala ‘eu consegui’, ‘outro conseguiu’, ‘ou outro conseguiu’, e na verdade todos podem ter levado a mesma demanda, mas quanto executa, não é só porque a gente levou aquela demanda e vai ser executado, depende do executivo fazer as obras”, comentou. “Claro que tem a participação de cada um individualmente. Às vezes um cobra mais, pede mais, ou então apresenta alguma emenda, consegue alguma emenda com deputado e vai lá e leva. A gente sabe do esforço de cada um”, também afirmou Rodrigo.

O vereador Edson Miguel de Paula (PV), o Neném, ao final da reunião, endossou as palavras dos vereadores Rodrigo e Roberto sobre as responsabilidades dos vereadores e do poder executivo. “Grande parte das obras que estão sendo feitas hoje são indicações de mandatos passados, por nós mesmos, que voltamos à Câmara, e por outros vereadores do passado”, comentou.

 

*Sobre o ICMS Cultural

De acordo como o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA), o ICMS Patrimônio Cultural é um programa de incentivo à preservação do patrimônio cultural do Estado, por meio de repasse do recursos para os municípios que preservam seu patrimônio e  suas referências culturais através de políticas públicas relevantes.

 

Requerimentos e moção de pesar

Na ordem do dia, também foram aprovados:

  • Os requerimentos:
    • Nº 59/2020, do vice-presidente Lan e da secretária Nilma, que solicitava a autorização do plenário da Câmara Municipal para a realização da audiência pública para a aprovação do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias por meios virtuais em vista do avanço da pandemia de Covid-19 em Ouro Branco, garantindo a participação popular.
    • Nº 60/2020, que solicitava a apreciação e votação deste e do requerimento nº 59/2020 na reunião do dia 23 de junho.
  • A moção de pesar consignada à família de:
    • Antônio Muniz dos Santos (nº 26/2020, do presidente Leandro, também foi assinado pela secretária Nilma)

 

Ordem de serviço para pavimentação é assinada na prefeitura

Na terça-feira (23) foi assinada a ordem de serviço para a execução das obras de drenagem pluvial e pavimentação asfáltica nas ruas Hermógenes da Costa Carvalho, José da Cruz Machado, das Missões, Wilson Rodrigues da Silva, Adeodato Zozino Vilela e avenidas Pau Brasil e Macapá. A obra terá o valor de R$933.496,72 e será paga por meio de financiamento pelo BMDG.


Participaram da assinatura o presidente da Câmara, Leandro Marcelo Souza, os vereadores Carlinhos, Roberto, Nilma, Reinaldo, Rodrigo, Neném e Lan, o prefeito Hélio Campos, o diretor de engenharia da secretaria municipal de obras, Paulo Tarciano e a gerente de captação de recursos da prefeitura, Áldria Virginia.